O lado ruim de gostar de ler

Vi essa ilustração no blog da Jussara.


Várias vezes me identifico com esses personagens.
Quando decido comprar um livro e ficar sem dinheiro. (Vivi isso na Flip, em companhia da Carol...)
Cortar o dedo no papel do livro e depois ficar ardendo (sempre acontece)

O que me levou a fazer este post foi sobre a frase de um desses quadrinhos acima. Eu já vinha pensando sobre isso há algum tempo.

"Não ter com quem conversar sobre o livro que você leu" e
"Perder um pouco a vontade de conversar com as pessoas".

Não sei se acontece isso com vocês. Mas comigo acontece muitas vezes.

Não sou aquela leitora assídua, que lê todos os clássicos, todos os lançamentos, tudo o que quer. Infelizmente meu tempo não me permite viver de leituras.

Mas eu leio. Leio poetas e poesias, crônicas, contos. Livros de autores que admiro.



De um lado...
Bate aquela vontade de conversar com alguém sobre o texto lido. 
Cadê? Conversar com quem?
No meu círculo de amizade encontro algumas pessoas que compartilham do mesmo estilo de leitura que eu. Mas estas pessoas moram longe, nem sempre dá pra ligar e comentar sobre aquele poema de "Drummond" ou sobre o texto do livro "Alta Ajuda".
As pessoas sabem falar quem foi o último eliminado do BBB, da Fazenda, do Facebook...

Não estou criticando essas pessoas. 
Apenas deixo registrado que sinto falta das pessoas que conversem sobre livros.



De outro lado...
Aqui no blog, no meu e no seu, postamos textos interessantes e encontramos pessoas que partilham suas ideias. Isso me consola um pouco.

Fico feliz quando vou ao seu blog e encontro um texto que já é familiar para mim. Tenho oportunidade de comentá-lo com mais propriedade.

Fico feliz também quando você vem aqui, lê textos e/ou poemas e fala deles, de suas inferências, da leitura que fez das entrelinhas. 

Fico extremamente feliz quando, em um diálogo por email, a Tina me recorda fragmentos do diálogo entre o Pequeno Príncipe e a raposa: "Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz." 

Como é bom lembrar e relembrar disso... tenho possibilidade de ficar o dia todo pensando nesse diálogo. 

Obrigada por sua leitura e seu comentário que edificam o nosso amor pelos livros e pela literatura.

Aproveito para deixar aqui dois textos que amo de paixão e gosto de partilhar a leitura deles.


AnaVi 



13 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Olá
Também não sou um leitor compulsivo, mas o que leio gosto de compartilhar com alguém, quando isso não é possível me frustra.
Bjux

Deusa disse...

Mas sabe que eu amava e amo ainda ler,mas depois que nasceu minha filha eu fiquei tão focada nela que deixei os filmes e livros por simplesmente não conseguir me desligar.
Outra coisa foi o fato de não suportar bem os óculos,já estou com a vista cansada.Sabe que cada pessoa tem seu jeito,sua história,seus gostos pessoais.Hoje em dia com a internet,as pessoas mudaram muitos seus hábitos.Eu não entendo o que tem no Facebook ou outros do tipo,no entanto gosto dos blogs.
Eu gosto de coisas de casa,foi a forma que encontrei de aprender sobre casa,culinária,filho...Foi ótimo pra mim.
Amiga perdão se meu comentário esta meio sem lógica,mas Maitezinha antes de dormir fala sem parar...rs....Dai eu perco a linha de pensamento....
E o motivo de eu vir tão pouco ao blog,fico me sentindo culpada de teclar enquanto minha pequenininha fala e fala e conta,dai desligo e vou ouvir.
Um bom lugar para quem gosta de ler e o Blog Palavras Vagabundas,o nome causa uma certa estranheza,mas a pessoa e maravilhosa,doce,muito culta e tem um grupo de leitura bem interessante,vai lá da uma olhadinha.
Quanto a Santa Terezinha,eu conheci em um sonho,não sabia quem era,depois disso minha vida mudou completamente,ela rezou muito por mim junto a Deus,a Jesus e Maria...Suas orações me trouxeram tudo o que tenho e com ela eu tenho uma ligação fortissima,os milagres de Santa Terezinha vivem em minha vida.se quiser eu te dou um Site que conta muitoooo mais sobre ela e sua familia,cheio de fotos e detalhes,sobre Celina sua irmã,Paulina,Maria e Leonie....Eu amo,posso passar horas aqui,falando dela.
Beijinhos
Deusa
vasinhos coloridos

Nínive Santos disse...

A literatura é algo que tem conquistado cada vez mais pessoas, ainda mais no mundo dos blogs onde nós somos incentivadas (os) a ler, e acabamos conhecendo diversos tipos de leitura. Realmente, perde-se muito tempo com coisas sem cultura (bbb, fazenda e sei la o que), tempo esse que deveria ser investido em outras coisas. Mas tudo bem, não estamos aqui pra criticar né?! rs E a internet está aí pra te ajudar nessa questão de não ter com quem compartilhar suas leituras, por aqui deve ter um monte de gente na mesma situação que você rsrs. Beijinhos e continue assim, que você acaba incentivando a outros. =)

Vânia Luz disse...

Muito bom, amei a sátira. Ler realmente é maravilhoso!

Pattr!cia disse...

É verdade!
Eu já li muito mais, hoje em dia leio muito menos. Mas sabe o que me frusta? Quando vamos conversar com alguém sobre o livro e alguém lhe diz: Nossa eu vi o filme!
Oi? Tudo bem o filme foi inspirado no livro não é o livro!!!!

Enfim...

Muito bom seu texto.

Bêjo

Cristiano disse...

Lamentar a morte de um personagem...

Tava lendo Cidade de Deus e uma bela pagina um personagem morre. Fiquei tao chocado q vou reclamar com meu irmão e ele vai e fala: "Xiii, não se apega a personagem não, porque ele vai para o saco..."

E ia!

Adriana Balreira disse...

Eu também sou como você, sinto falta de conversar sobre os livros que eu li. E se quero emprestar para amigas para que eu possa ter alguém para conversar elas logo dizem não, que estão ocupadas demais para ler, que não tem tempo e agradecem mas não recebem o livro para ler! :(
Uma pena... MAs vamos vivendo e lendo!
Beijos
Adriana

Gabrielle de Almeida Ramos disse...

É verdade Ana, tudo que você falou. Não sou uma leitora assídua, mas sempre tenho um livro comigo. Às vezes pode demorar dois ou três meses para terminar de lê-lo, mas termino.

Fico indignada quando vou ao cinema e o filme não tem nada a ver com o livro. Por isso que sempre leio o livro antes de ver o filme.

Assim como falou, é frustrante não ter com quem conversar sobre o que lemos. Pra mim, Fazenda e BBB por perca de tempo. Desliga a TV e vai ler um livro né?

Beijos, boa tarde.

Dani ♡ disse...

hahha rir muito com os quadrinhos, sinto quase todas as dores que foram ditas. Essa de ficar pobre quando vou a livraria é a minha cara, pego todos os livros que me interessam, mas na hora de passar no caixa, vou deixando uns bocados. snif.
Conversar com amigas que compartilham da mesma leitura é um pouco difícil, mas tenho uma em comum que a gente faz as famosos troca-troca.
beijos.

Malu Machado disse...

Oi Ana ! Aqui é a Malu da oficina literária da Adélia Prado. Passando para conhecer seu blog. Fica o convite para conhecer o meu blog Absinto. Me adiciona no facebook. Vamos estreitar nossos afetos literários?

Jussara Neves Rezende disse...

Ana Vi, de certa forma já vivi um pouco de cada um desses quadrinhos. A falta de ter com quem conversar foi de certa forma suprida ao longo dos anos em que lecionei literatura. Hoje o blog tb ajuda... Muitas vezes gastei mais com livros do que podia, embora sempre fosse menos que o meu desejo. Hoje em dia meu quadrinho é o penúltimo: tenho sempre mais livros para ler que tempo para isso...
Abraço, lindo fds!

Luciana Leal disse...

Oi, li alguns posts do seu blog e achei muito interessante,com certeza você tem potencial, vi que você é uma pessoa esforçada que só quer falar e ser ouvida na blogosfera, assim como eu. Posso dizer que gostei muito do que li, sei que será um grande blog pois é de fácil entendimento e o conteúdo é gostoso de ler. Sou Luciana Shirley do blog http://coisasecoisasdalu.blogspot.com.br/ se desejar me visite e siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

Daniela Leonel disse...

Eu sou viciada em ler e passo por todos esses lados ruins, ainda bem que existe o lado maravilhoso da leitura, né?
Beijo

<< >>