Apenas um poeminha



Nasceu ao final do século vinte
A moça que muito sonha 
Quando olha para essa gente
Ela chora e sente vergonha

Queria um mundo diferente
"Que querer mais absurdo!" -O leitor pode pensar
E a diferença que ela deseja
É quando pensa em casar

Casar era desejo sublime
Para as mulheres dos século passado
Encontrar um homem fiel
Que quisesse envelhecer ao seu lado

Mudaram as concepções e valores
Na chegada do século vinte e um 
E ver casamentos dando certo
Já é fato incomum

Conheceu variados homens
Com quem chegou até sonhar
Que um dia algum deles pudessem
Levá-la para o altar

Teve muitas desilusões
Com cada candidato à marido
E hoje ela se encontra
Com o coração triste e ferido

Tomara que seja uma fase
Da vida dessa moça bela
E ela encontre um moço bom
Que eles casem numa simples capela

{AnaVi}

10 comentários:

Ana Paula disse...

Que poeminha mais bonito!
Ah! mas diz pra esta moça que é fase sim. Coração ferido se cura com amigos, palavras boas, amanhecer de céu azul... Um bom moço chegará a um coração que transborda coisas boas!
Beijo

Tina Bau Couto disse...

É fase sim
Talvez dela e de quem a cerca
Ou é olhar com pressa, pesar, momento de estar avessa

Há homens bons e corretos
Como moças que não sonham mais em casar, nem são fieis e corretas
Há que se acreditar
E sonhar
E buscar
Catedrais ou capelas
Independências e aventuras

Tudo a vida ensina
A busca acha
O tempo cura, mostra, muda

Beijos poéticos e flechadas de cupido \o/

Dani ♡ disse...

Amei o seu texto...
belas escritas!

beijão!

Michelle Carvalho disse...

Adorei. Gostosinho de ler rs
beijos

Poliana Lima disse...

Nossa, amei o seu poema.. são daqueles tipos que da vontade de ler, e ler, e ler... muito fof.. meio que me descreve

"Tomara que seja uma fase
Da vida dessa moça bela
E ela encontre um moço bom
Que eles casem numa simples capela"

www.amigatobonita.com

Mulher sem Photoshop disse...

Lindo, Ana Virgínia,

me identifiquei, eu poderia ser essa pessoa. Há um tempo atrás, hoje já passei por isso..
Beijo,

Lu

Meire disse...

Oi querida Ana Virgínia,

que delicadeza de poema, gostoso de ler. Ah, sabe de uma coisa, vou ler de novo.

Bejim.

REINVENTANDO disse...

Texto muito bonito e reflete a nossa realidade, não é? Certeza que encontraremos alguém que nos faça feliz. Abraços.Sandra

Carolina Lima disse...

Ana,
a pessoa certa sempre aparece quando menos esperamos.
Curta você!

Além de uma excelente fotógrafa você tem se revelado uma doce poetisa.

Beijinhos :**
Carol
www.umblogsimples.com

Lorena Viana, disse...

Ana você tem alma antiga, adoro pessoas com esses valores, que gosta do romantismo, que aprecia o casamento até o fim, como costumes antigo. Infelizmente somos de outro tempo, estamos sujeitos a esses percussos da vida. Mas você é um encanto de pessoa e ainda encontrará a pessoa certa, com que dividirá seus sonhos e desejos.

Um beijo enorme!
Dia cheio de encantos e felicidade.
Lorena Viana

<< >>