Dos meus quereres

Voltando das férias...






Dos Meus Quereres

Dos meus caminhos quero as pedras que lhe dão sentido,
Dos inimigos quero a distância, não a derrota que tanto aproximaria,
Do amor quero a mão à minha para juntos caminhar.

Das saudades quero as felizes,
Dos erros quero as soluções,
Da luz quero o lampejo.

Das cores quero a da cinza, fácil colorir e reviver,
Das dores quero as cicatrizes a me lembrar de seus porquês,
Das desistências quero as oportunidades outras.

Do caminho quero o meio, não o fim nem os cantos,
Das crianças quero os sorrisos, que tanto colorem a vida,
Pois a inocência quero a das flores, que não se perde ao amadurecer.



9 comentários:

Paula Kasas disse...

Lindo o poema Ana,
Adorei a visita e principalmente a oportunidade em conhcer seu espaço

Beijokas
Paula Kasas

Carol Neves disse...

Gostei muito do poema, muito bonito. E achei a foto maravilhosa, tudo a ver com o poema!

Beijos
Carol
www.carolinerneves.com

Betty Gaeta disse...

Lindo poema.
xoxo

Gosto disto!

Tina Bau Couto disse...

Q lindo :)
Bom quereres e teres para gente.

Ana Paula disse...

Lindos quereres...
sorrisos, cores. Um lindo dia por aí.
Bj

Adriana Balreira disse...

Lindo esse poema. Vamos mesmo deixar os inimigos bem longe mesmo.
Beijos
Adriana

Margareth Gervason disse...

Lindo texto minha quelida.
Dos meus quereres quero a PAZ.

BOA TERÇA!
♥ Beijos coloridos!

Rafael Castellar das Neves disse...

Olá Ana!!

Fiquei muito contente por você ter publicado este meu texto e também por poder ver que seus seguidores também gostaram!

Aproveito para deixar o convite para que visitem e conheçam o Desce Mais Uma!

Obrigado a todos e, em especial, a Ana!

Rafael

Daniela Leonel disse...

Lindos a foto e o verso.... já estou te seguindo, me siga também.
Beijo

<< >>